Blog

Tipos de bicicletas elétricas de MTB

As bicicletas elétricas de MTB são as mais procuradas graças à sua versatilidade, e é nesta modalidade que a assistência elétrica mostra o seu lado mais divertido. Porém, há diferentes tipos, e escolher o certo para as nossas necessidades traz inúmeras vantagens.

Specialized Turbo Levo Specialized Turbo Levo

Há uma gama muito ampla que cobre qualquer necessidade, embora a facilidade de pedalar proporcionada pela assistência elétrica permite que os diferentes tipos não sejam tão restritivos em seu uso quanto nas bicicletas convencionais. Com as elétricas, podemos ter uma bike de Trail ou Enduro e utilizá-la em terrenos mais planos com muito bom desempenho. Mas nem sempre é a escolha certa. Usar uma bicicleta de Trail potente apenas para XC ou turismo, por exemplo, desperdiça reservas de bateria e sacrifica uma autonomia preciosa, que é uma das principais limitações das bicicletas elétricas.

A limitada oferta com a qual as bicicletas elétricas começaram a se estabelecer no setor de mountain bike baseava-se basicamente em dois tipos: as de dupla suspensão com longos cursos e designs semelhantes às bicicletas convencionais Trail e Enduro; e as rígidas, como a única alternativa para aqueles que queriam uma bicicleta mais leve para rotas tecnicamente pouco exigentes. Muitos usuários optaram pelas opções de suspensão dupla disponíveis, mesmo que não fossem aproveitar ao máximo os benefícios oferecidos.

Felizmente, a oferta cresceu e podemos refinar mais nossa escolha, optando entre os diferentes tipos de bicicletas elétricas de MTB que analisaremos.

Normas legais sobre bicicletas elétricas

Antes de discutir seus tipos, devemos lembrar que as bicicletas de assistência elétrica, chamadas Pedelec (abreviação em inglês para bicicleta de pedal com assistência elétrica), são equiparadas integralmente às bicicletas convencionais para fins legais, desde que atendam aos seguintes requisitos:

  • Não excedam a potência de 250 W
  • Que seja necessário pedalar para que o motor auxiliar ajude com a pedalada.
  • Que a assistência seja desativada ao ultrapassar a velocidade de 25 km/h

Sua aprovação é regulamentada pela norma UNE-EN 15194:2009 e, quando a cumprem, as bikes elétricas estão sujeitas às mesmas normas das convencionais e são isentas de matrícula, seguro, carta de condução e imposto sobre veículos de tração mecânica.

É importante notar que existem bicicletas elétricas que superam essas limitações de velocidade e potência e que podem ter um acelerador para que a bike se movimente sem pedalar. Dessa forma, para efeitos legais, essas são consideradas ciclomotores, não bicicletas, e precisam de registo, seguro e carta de condução.. Também não podem circular em ciclovias ou caminhos e trilhas florestais, onde as Pedelecs possam circular. Consideramos que são uma opção interessante para uso urbano ou como meio de transporte em estradas onde a sua utilização é permitida, como uma alternativa muito menos poluente aos veículos com motores de combustão, mas já não as podemos considerar como bicicletas e, por isso, não as vamos analisar neste artigo.

Bicicletas elétricas rígidas de MTB

As pedelec de traseira rígida são apropriadas para terrenos pouco técnicos e até para uso urbano ou de cicloturismo. Geralmente são equipadas garfos de 100 mm e são a porta de entrada para muitos novos usuários das MTB elétricas. Podemos citar modelos como Specialized Turbo Tero, Cannodale Trail Neo, Orbea Keram, Giant Talon E+ e Megamo Ridon, entre outros.

Specialized Turbo Tero Specialized Turbo Tero

Bicicletas elétricas de MTB XC duplas

Como nas convencionais, são as mais versáteis para a maioria dos usuários, com suspensões entre 100 e 130 mm. Porém, atualmente, são muitos os que optam por modelos com suspensões mais generosas, e as marcas têm desenvolvido poucos modelos nesta categoria. Podemos destacar, dentre eles, o modelo BH iLYNX Race.

BH iLinx Race 2022 BH iLinx Race 2022

Bicicletas elétricas de MTB XC duplas

São, indiscutivelmente, as mais vendidas nas gamas média e alta, muito provavelmente, pela versatilidade a que nos referimos. São bicicletas com generosos 130-150mm de curso, que, graças à assistência elétrica, rodam muito bem. Sendo assim, muitos usuários podem pensar: por que abrir mão da segurança e diversão que sua geometria e suspensões nos proporcionam?

Como comentamos no início, esta abordagem pode ter o inconveniente da duração da bateria para percursos longos e planos, nos quais não há necessidade de pneus de Trail ou Enduro, mas a verdade é que a autonomia destas bikes têm crescido notavelmente devido a três motivos:

  • As baterias estão aumentando consideravelmente sua capacidade, com as mais avançadas já ultrapassando 700 Wh
  • Marcas líderes já oferecem baterias adicionais (Extender), que normalmente são instaladas em um suporte ancorado no lugar da gaiola de garrafa, oferecendo entre 200 e 300 Wh adicionais.
  • Os novos motores estão otimizando o consumo.

Essa maior autonomia facilita o uso dessas bicicletas em qualquer circunstância e populariza ainda mais sua demanda.

O modelo de referência nesta categoria é a Specialized Turbo Levo, que já está em sua terceira geração.

Specialized Turbo Levo Gen3 Specialized Turbo Levo Gen3

E, em outras marcas, destacam-se modelos como Cannondale Habit Neo, Bh Atom-X Lynx, Orbea Wild FS, Scott Strike Eride, Giant Trance X Advanced E+ e Santa Cruz Heckler.

Mas não podemos deixar de destacar, entre estas, um modelo que se tornou um verdadeiro campeão de vendas, oferecendo soluções alternativas aos demais: a Orbea Rise, disponível nas versões carbono e alumínio.

A Orbea optou por uma bicicleta mais leve, que consegue reduzir seu consumo devido ao gerenciamento do motor e ao menor peso. Nas suas versões de carbono de gama alta, mal ultrapassa os 16kg. Isto permitiu utilizar um motor leve com 65 Nm de binário máximo e uma bateria de 540Wh, com um peso recorde de apenas 2,7 kg, o que dá autonomia suficiente para percursos longos. Mas, além disso, a marca oferece uma bateria adicional que é colocada na gaiola da garrafa, o Range Extender, que aumenta a capacidade total em mais 252 Wh. Isso, somado à sua geometria e sua boa relação qualidade-componente-preço, o tornaram um best-seller.

Orbea Rise H10 2022 Orbea Rise H10 2022

E, sem sair da categoria, mas com uma abordagem nova e diferente, a Specialized nos oferece a Turbo Levo SL. A marca equipou a bike com o novo motor Specialized SL 1.1, o mesmo da Turbo Creo de estrada e de Gravel. É um motor muito leve de apenas 1,95 kg., e consegue esse peso reduzindo sua capacidade para 240 W de potência nominal e um torque de 35 Nm, ante os 250 W e 90 Nm oferecidos pela Turbo Levo. Na bateria o peso também foi reduzido, sacrificando a capacidade. Apresenta uma potência de 320 Wh, mas, com o peso da bicicleta e a eficiência do motor, oferece uma autonomia de até 60 km, com um uso médio de potência. E, além disso, oferece a possibilidade de adicionar o Range Extender, uma bateria adicional com 160 Wh e um quilo de peso, montado na gaiola de garrafa. Isso pode estender a autonomia em 50%.

A Turbo Levo SL é uma boa opção para quem busca assistência elétrica, mas mantendo quase intactas as sensações de uma excelente bike de Trail, como a Stumpjumper. Não é indicada para quem espera o desempenho da Turbo Levo, com motor de 90 Nm de torque máximo, nem para quem espera uma bicicleta leve de XC assistida que quebra recordes de peso. Você pode dar uma olhada no teste detalhado do modelo 2021 neste vídeo.

Bicicletas elétricas de MTB Enduro duplas

Elas revolucionaram o conceito de Enduro, possibilitando subidas que antes eram feitas caminhando ou com teleférico. A mesma essência das bikes Enduro, porém indo mais longe, mais alto ou mais vezes no mesmo passeio. Com cursos de até 180 mm, destacam-se modelos como a Turbo Kenevo da Specialized, referência de segmento, a Cannondale Moterra, Bh Xtep, Giant Reign E+ e Scott Ransom Eride entre outras.

Specialized Turbo Kenevo Specialized Turbo Kenevo

Recomendações finais

Recomendamos que reflita brevemente sobre o uso que vai dar à bicicleta e os modelos que melhor se adaptam às suas reais necessidades. Uma escolha incorreta pode ser corrigida com a ajuda oferecida pelo motor, mas seu uso não será ideal.

Nas lojas Mammoth e em mammothbikes.com somos especialistas e você encontrará a mais ampla gama de bicicletas elétricas. Nossas marcas de bicicletas elétricas de MTB são: Specialized, Cannodale, Orbea, BH, Giant, Megamo, Scott, Lapierre. Ghost, Mondraker, Santa cruz, Bergamont, Corratec, Cube e Liv.

Com certeza você encontrará a bike certa!

Mais informações em outros artigos e vídeos relacionados:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar sobre este artigo.